08/11/2019

Tóquio 2020 promete ser inesquecível. Entenda



As manchetes mais recentes a respeito dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foram muito negativas. Aparentemente, a imprensa não está tão animada assim para o evento. E muito se deve à decisão de mudar a Maratona Olímpica e a Marcha Atlética para a cidade de Sapporo por conta do calor. Contudo, as Olimpíadas prometem ser incríveis. Confira quatro razões pelas quais estamos defendendo a edição do ano que vem: 

A infraestrutura dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 será imensa

Basta dar uma olhada em alguns dos estádios que hospedaram jogos na Copa do Mundo de Rugby. Eles são bem parecidos (se não melhores) do que os Estádios Olímpicos das edições anteriores (Londres 2012 e Rio 2016). 

Além disso, há o transporte público japonês, conhecido por ser rápido, eficiente e gerar inveja em países do mundo todo. Resumindo: se você for para o Japão ano que vem, terá pouco ou nenhum problema em se locomover. E ainda poderá desfrutar de alguns dos melhores estádios do planeta Terra!

A mudança com relação às provas longas é uma coisa boa

É simples: se o calor do verão de Tóquio representa um perigo para os atletas, então a Maratona Olímpica e a Marcha Atlética devem ser transferidas de lugar sim para a cidade de Sapporo. Vale lembrar de Doha, no início de outubro, onde 28 participantes dos 42K femininos não completaram a prova. 

Atletas brasileiros sofrem com calor em Doha

Se mesmo assim você acha que a temperatura de 30°C não é motivo para a decisão, lembre-se de uma coisa. Em Doha, o calor era inevitável. Mas no Japão, não é (muitas outras cidades do país oferecem climas mais amenos e agradáveis). Se existe uma alternativa para o bem-estar dos atletas, o mais sensato é adotá-la. 

Poderemos apoiar o atletismo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Vamos combinar: o Brasil tem surpreendido. A começar pelo recorde de medalhas no Pan-Americano de Lima, que aconteceu entre agosto e setembro deste ano. O país ficou em segundo lugar no quadro geral (55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes). Dos 171 pódios, 16 vieram do atletismo. 

Vale lembrar que o esporte também fez bonito no Campeonato Mundial de Atletismo da IAAF no final de setembro e começo de outubro. A delegação brasileira fez a sua segunda melhor campanha e teve nomes de destaque que também irão para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

O atletismo tem, atualmente, 23 atletas convocados para os próximos Jogos. Vale lembrar que, entre eles, a equipe de revezamento 4×100 mista; Erica de Sena na marcha atlética 20K; e Darlan Romani no arremesso de peso ficaram em quarto lugar na classificação geral do campeonato de Doha. E possuem grandes chances de conquistar uma medalha para o país.

O suporte será inigualável

Doha sofreu críticas por ter estádios pela metade. Pensando em evitar isso, os japoneses prometeram arrumar suas instalações até o começo do evento e fornecer todos os tipos de apoio aos atletas. As corridas mais longas são uma obsessão japonesa, com os ekidens (espécie de prova de revezamento de longa duração) atraindo grandes números de espectadores.

Infelizmente, não haverá ekiden nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas esperamos que a maratona seja tão assistida quanto.

Fonte: https://runnersworld.com.br/jogos-olimpicos-de-toquio-2020-serao-incriveis/